Arquivo da tag: #tolerânciareligiosa

Despacho Poético – Abertura dos trabalhos no CyberQuilombo

Um Quilombo Urbano Contemporâneo se levanta e alça voo para o cyber espaço!!

Malungos espalhados pelos quatro cantos do Brasil, orientados pelo som dos tambores, seguiam as batidas que ecoaram em seus corações e se encontraram neste território, espaço de lutas e resistências que agregam pessoas de diferentes origens com um mesmo ideal, como os mocambos que formaram Palmares.

Após a euforia do primeiro contato, a emoção predominante era a apreensão em relação aos desafios existentes, que vão como uma bala em direção ao peito de cada irmão morto pelo capitão do mato (polícia) ou como um vendaval de intolerância que destrói altares erguidos para saudar a ancestralidade de seu povo.

A solução para tal angustia veio do Orum, através de Exu, seu mensageiro. E então, abençoados por elegbaras e mojubás, foi lançado um despacho poético para iniciação dos trabalhos e abertura dos caminhos. Uma ideopaisagem midiática, um manifesto visual, uma arte colaborativa, start meteoro angular lançada no espaço como pedra fundamental. E só retornará à terra depois de uma saga que suprirá nossos imaginários sociais e se tornará concreta em nosso cotidiano e localidade após 10 estações. Onde se encontrarão arte e território nas ruas e logradouros de nossas cidades, mostrando esta rede tecida com muitas mãos, cabeças, corações e dedos.

#cyberquilombo
#debate #açãocoletiva #cartografiaafetiva#praxispoietica #despachoestético #tolerânciareligiosa
#princípiodinâmico #inventário #liberdade #ética#laroyê
 

11075176_795018170547351_8939763170374478898_n

CyberQuilombo – Inscrições 2015 (1º Semestre)

De 10 à 28 de fevereiro estaremos recebendo as inscrições para o 5º Edital de Formação de Oficineiros LabE – CyberQuilombo.

O edital é destinado a interessados em desenvolver habilidades de arte-educação, educomunicação e processos colaborativos no tema “Afrikanidades”, em conjunto com adolescentes, jovens e adultos em escolas e centros culturais.

Serão selecionados 10 inscritos, que desenvolverão o projeto com treinamento e acompanhamento da equipe do LabE. Podem se inscrever para o processo de formação maiores de idade de qualquer cidade do Brasil. O curso é gratuito.

Serão 10 encontros (uma vez por semana) de formação à distância, via skype, nos quais será discutido, junto a palestrantes convidados, quatro eixos temáticos que fazem parte do laboratório de criatividade e cultura digital:

“Modelos de organização – A não-violência como ação política”, com Mikael Freitas, membro da Escola de Ativismo.
“Ocupação do espaço público”, com a arquiteta e urbanista, Laura Sobral. Integrante do Coletivo A Batatá Precisa de Você.
“Mídia Livre”, com jornalista Patricia Kalil, integrante da página ‘Água Sua Linda’
“Remixologia”, com a jornalista Jonaya de Castro, fundadora do LabExperimental e integrante do Ônibus Hacker.
Parte de Afrikanidades:

Conteúdos da temática afro que contextualizam os participantes e auxiliam a pensarem a melhor forma de gerar uma ação comprometida com a importância e complexidade do tema, tendo em mente que, desde 2003, o ensino de história e cultura afro é obrigatório nas escolas, mas sofre diversos problemas na sua implementação justamente por culpa das dificuldades de alguns professores em abordar o tema sem reproduzir os mesmos preconceitos que a eles foi passado durante sua formação.

“Literatura Negra e Pedagoginga”, com o educador e escritor Allan da Rosa, colunista da Revista Forum e autor do livro “Pedagoginga, Autonomia e Mocambagem”
“Música Negra e Movimento Black Power”, com Dj Eugenio Lima,Membro Fundador do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos e da Frente 3 de Fevereiro,pesquisador da cultura afro- diásporica.
“Mulher Negra e Feminismo”, com a historiadora Bergman de Paula, que atualmente tem como foco de pesquisa o trabalho, a memória e a identidade da mulher negra.
“Negritude, a partir da ideias de Frantz Fanon”, com Deivison Nkosi, professor do Departamento de Estudos Sociais História e Geografia da Faculdade de São Bernardo como Docente da Disciplina História da Cultura Afro-Brasileira e Indígena

A seleção se dará em 2 etapas que iniciarão a partir do dia seguinte ao término das inscrições até 06 de março, data de divulgação do resultado. As etapas consistem em: analise técnica das inscrições e conversa via skype com os pré-selecionados.

Link para inscrição: goo.gl/xeSjum

 

DÚVIDA
entrar em contato com lab@labexperimental.org