Arquivo da tag: remixologia

“Música Negra e Movimento Black Power”, com Eugenio Lima

“(…) Frantz Fanon, Malcolm X, Mano Brown, James Brown, Nelson Mandela, Dona Ivone Lara, Bimba, Pastinha, eu posso colocar todo mundo que eu quiser numa fala porque essa ancestralidade e essas vozes se encontram com a minha voz porque eu sou negro. É uma vantagem filosófica incrível que o hip hop sabiamente foi utilizar no conceito de periferia. Quando o GOG fala que periferia é periferia aqui ou em qualquer lugar, ele tá falando também disso. Existe uma linha indivizível das periferias de todo mundo, que é análogo à nossa construção diaspórica”, Eugênio Lima.

Esse trecho compõe o vídeo da oficina online do Eugênio Lima no Cyberquilombo. Serão 8 vídeo-oficinas que integram o conteúdo produzido durante o curso CyberQuilombo, na quinta edição do Curso de Formação Online de Oficineiros LabE, que remixa africanidades com cultura digital.

Dentre os principais objetivos do projeto está contribuir para aplicação da lei 10.639, assinada e promulgada em 2003, que define que a temática afro-brasileira é obrigatória nos currículos dos ensinos fundamental e médio.

Nas discussões pedagógicas em torno da lei são identificados diversos desafios para o cumprimento pelas escolas. Um deles é a falta de material de formação para professores abordarem o assunto de maneira teórica e prática, sem reproduzir preconceitos existentes nos livros didáticos que narram a história do negro através de um olhar branco eurocentrista. Pretendemos através da documentação das falas dos palestrantes produzir video-oficinas sobre a temática de africanidades e cultura digital, afim de que as mesmas possam ser utilizadas para estudos online de professores do ensino básico interessados em aplicar a lei 10.639/03.

Vídeo 01: “Música Negra e Movimento Black Power”, com Dj Eugenio Lima, Membro Fundador do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos e da Frente 3 de Fevereiro, pesquisador da cultura afro-diásporica.

 

Roda de conversa nas Fábricas de Cultura

A temática da conversa era “A Internet como um espaço livre para o aprendizado”. No roteiro do batepapo, passamos pela história da internet, marco civil, LAI, crowdfunding, mídia livre, remixologia e, claro, o facebook ( o facebook é o site mais citado pelos jovens, com 71,9% de aparição nas respostas da Pesquisa Brasileira de Mídia 2014, do Observatório da Imprensa).

Internet como espaço livre_rodadeconversa19_05_2015 (30)

O facebook ocupa a maior parte do tempo digital dos adolescentes, sabemos pela pesquisa e na prática.  Mas a diversidade de assuntos e a dinâmica de produção de conteúdo dessa rede social pode ser um aliado ao aprendizado? Pode. Depende do que você está produzindo e consumindo de conteúdo. Outro fator importante é se conectar aos jovens, compartilhando outras referências de aprendizado, como por exemplo o portal nobelprize.org/educational, ted.org e outros.

Mas como juntar biblioteca (de livro de papel) com cultura digital? Saímos da roda com essa pergunta na cabeça!

Foram 5 conversas nas Fábricas de Cultura: Brasilândia, Cachoeirinha, Jaçanã, Capão Redondo e Jd. São Luis, fábricas orientadas pela Poiesis. As conversas aconteceram dentro da programação das bibliotecas, onde também tem um laboratório digital.

Em três momentos, educadores me questionaram: como fazer com que os alunos não apenas copiem e colem do google o trabalho escolar? Como motivar o estudo, a análise e a reflexão na era CtrlC CtrlV? E voltem a usar (também) livros para pesquisa?

Ficamos bastante motivados pelo desafio: construir uma metodologia para oficinas que remixem a pesquisa na Internet com os conteúdos nos livros não-digitais!

 

 

 

A INTERNET COMO ESPAÇO LIVRE PARA O APRENDIZADO

< roda de conversa >

A internet é um campo experimental cheio de novidades e perigos!
Para entender a potencialidade dessa rede, conversaremos sobre remixologia, crowdfunding, cultura hacker e muito mais! As rodas de conversa serão nas Fábricas de Cultura. Atividade gratuita, sempre as 18 horas.

// dia 06 de maio, quarta-feira, na fábrica de cultura Vila Nova Cachoeirinha
// dia 12 de maio, terça-feira, na fábrica de cultura Brasilândia
// dia 13 de maio, quarta-feira, na fábrica de cultura Capão Redondo
// dia 19 de maio, terça-feira, na fábrica de cultura Jaçanã
// dia 20 de maio, quarta-feira, na fábrica de cultura Jardim São Luís

aula do labE sobre #remixologia

Captura de pantalla 2014-08-29 a las 18.03.00

Um dos trabalhos que curtimos muito, como conteúdo e formato remix, é o Yes We Scan, sobre o Marco Civil da Internet, NSA, Obama, Snowden and the american way of watch you rendeu uma conversa boa da turma do labE sobre #remixologia com o Breno Castro, editor do Espaço Húmus, na nossa reunião semanal por skype.

O objeto deste remix é a relação entre o Marco Civil da Internet no Brasil e a denúncia realizada por Edward Snowden sobre a espionagem de dados pessoais na web em escala global realizada pela inteligência dos EUA.

Leia mais aqui:

http://www.espacohumus.com/remix/yes-we-scan/#inicio