Arquivo da tag: ocupação

13 de junho na praça elis regina

#roleguiado na Praça Elis Regina no dia 13 de junho

Intervenção Artistico Visual na Praça 

baixe o audioguia do Rolê Praça Elis Regina & Nascente do Iquiririm

Finalizando e fechando o projeto, todo o material desenvolvido e que já estará em rede será exibido na Praça Elis Regina, dia 13 de junho,  utilizando tecnologias como VideoMapping e projeções, tornando todo o espaço ocupado pelas imagens do próprio bairro. A ideia é transformar a praça numa grande galeria a céu aberto, tudo que foi registrado durante o Rolê Guiado, enaltecendo a comunidade local em uma grande intervenção visual coletiva.

rolê-guiado_13junho_16_20h

#programação

11h – Primeira saída para o Rolê Praça Elis Regina & Nascente do Iquiririm (e se tiver gente querendo fazer o Rolê Pq da Fonte tb)
labexperimental.org/roleguiado

13h – Segunda saída para o Rolê Praça Elis Regina & Nascente do Iquiririm (e se tiver gente querendo fazer o Rolê Pq da Fonte tb)
labexperimental.org/roleguiado

16h – som na praça

17h – Pakitus Cueca Cuela
https://www.youtube.com/watch?v=Nxc1-cFW0ps

18h – Ozorio Trio + Projeção Mapa FotoAfetivo Rolê Guiado Butantã
https://soundcloud.com/ozoriotrio
www.facebook.com/ozoriotrio
https://www.youtube.com/watch?v=ReLkhET0Sz4

19h – Grafite Digital com Achilles Luciano + Projeção Mapa FotoAfetivo Rolê Guiado Butantã + som na Praça
https://www.youtube.com/watch?v=r-M84z2TTLQ

Olha nosso vídeo da primeira intervenção 🙂
https://www.youtube.com/watch?v=nJUPg0QbDF0

O projeto Rolê Guiado Butantã é laboratório de audiovisual e de formação livre em remixologia e ocupação do espaço públicoatravés da linguagem criativa, fotografia. O Rolê faz parte do edital Redes e Ruas, da Prefeitura de SP, e é uma parceria com a Escola Amorim Lima e o Studio Luzia   O laboratório foi realizado através de oficinas de criatividade e fotografia na Escola Desembargador Amorim Lima, rolês fotográficos guiados por áudio, “mapeamento foto-afetivo” com foco em sustentabilidade urbana, para resultar na ação principal:  intervenções visuais na praça wifi Elis Regina para apresentação pública dos trabalhos realizados.

O Rolê

A equipe do rolê é Jonaya de Castro, Hércules Laino, Pri Cavalieri, Paulo Pereira e amigos convidados e alunos da Escola Amorim Lima. Através de um mapeamento prévio dos pontos e personagens históricos do bairro,  produzimos dois audioguias que servem de trajeto para os “rolês fotográficos”. Os audios indicam aos participantes os caminhos a serem percorridos e os locais a serem fotografados, além de narrar a importância e a história do ponto escolhido.

As fotos alimentam um instagram @roleguiado como uma galeria virtual, pronta a buscar (via hashtags #roleguiado #rolebutanta #redeseruas), a memória histórica e o mapeamento afetivo local.

As oficinas aconteceram na Escola Municipal Desembargador Amorim Lima que, a partir das atividades culturais oferecidas em seu espaço, chegou a ganhar o Prêmio Cultura Viva, tornando-se mais um ponto de cultura na cidade de São Paulo, e também reconhecida pelo seu modelo pedagógico e por suas “salas sem parede”, baseado na Escola da Ponte de Portugal.

rolê-guiado_iquiririm-01 (2)l

Mapeamos a visitação do festival o/

A equipe do Lab.E propôs interações com o público que foi ao pré-lançamento do Festival SCREEN. O SCREEN é uma plataforma cultural nascida em Barcelona que aborda o tema da cidade e a imagem em movimento, e que acontece através de Festivais de Videoarte. O local de realização foi o Art Palácio, de 21 de novembro a 01 de dezembro de 2013, cinema de 1936 que hoje é propriedade da Secretaria Municipal de Cultura. Este cinema foi um dos maiores e mais importantes da época de ouro da Cinelândia Paulista e uma parte do prédio foi requalificado especialmente para receber o público durante o festival.
 Captura de pantalla 2013-12-03 a las 11.36.08
A equipe do Lab.E propôs interações com o público que foi ao pré-lançamento do Festival SCREEN. O SCREEN é uma plataforma cultural nascida em Barcelona que aborda o tema da cidade e a imagem em movimento, e que acontece através de Festivais de Videoarte. O local de realização foi o Art Palácio, de 21 de novembro a 01 de dezembro de 2013, cinema de 1936 que hoje é propriedade da Secretaria Municipal de Cultura. Este cinema foi um dos maiores e mais importantes da época de ouro da Cinelândia Paulista e uma parte do prédio foi requalificado especialmente para receber o público durante o festival.

 

Um dos resultados da ação do Lab.E é o “Mapa das Visitações”. Conforme os dados informados por aproximadamente 20% do público (424 pessoas), foi possível georreferenciar o ponto de partida de cada um. A experiência gerou esse mapa: http://goo.gl/whC2y6, que serve de visualização da mobilidade do público em relação ao Cine Art Palácio, no centro de São Paulo. Estamos experimentando as possibilidades de visualização desses dados.O que esse mapa nos revela? Estamos aprofundando uma pesquisa que cruza alguns dados desse mapa com os depoimentos no Mural do Lab.E. Logo mais publicaremos essa análise.
Captura de pantalla 2013-12-06 a las 18.11.04
A proposta do Lab.E é trabalhar a aproximação das pessoas e dos diferentes modelos de governança existentes. Propomos processos autônomos de reflexão, atuação social e participação popular, diante da atuação como coletivo cultural. No campo de reinvenção do espaço público, desenvolvemos um processo de pesquisa e mapeamento afetivo do espaço da comunidade, concretizado nesse mapa, no mural “Aqui Eu Imagino” e no livroarte “Memórias do Futuro – Cine Art Palácio 2103”, que será doado para a Biblioteca Municipal Mário de Andrade.
No mapa, percebemos que são muitos bairros envolvidos no processo, numa crescente densidade ao se aproximar do centro. Para quem participou: talvez você tenha saído de casa para visitar o Screen Festival, talvez você estivesse passando em frente ao Art Palácio, percebeu algo diferente no espaço urbano e entrou. Você pode ter andado apenas alguns quarteirões da sua casa à exposição, ou usado o metrô, ônibus, avião, atravessado a cidade ou o oceano. Com esse mapa e com as outras ações, o lab experimental promove desenvolvimento de metodologias de gestão cultural. Agradecemos às pessoas que compartilharam essa experiência com a gente!
Equipe Lab.E