Todos os posts de Jonaya de Castro

Inspirador – manual de produção cultural

O projeto Inspirador, iniciativa do Instituto Goethe e do Ministério da Cultura, é uma sistematização de conteúdo resultado de muitas rodas de conversa com produtores culturais independentes e makers para repensar e exercitar um jeito sustentável de fazer eventos culturais.

abacaxi

O labE participou na elaboração e sistematização do Inspirador 🙂

// mapa/check list de ideias práticas de produção cultural
// organizado em hashtags (#)
// dá pra usar digitalmente ou impresso em casa
// dá pra levar a campo, rabiscar, compartilhar com a equipe, e ”checkar” os itens
// colabora com ideias práticas ao enfrentar os “abacaxis” da produção de eventos culturais

Midialivrismo ao Extremo!

Neste sábado, dia 15 agosto, o labExperimental participa da Roda de Conversa (Narrativas da Periferia), na Ilha do Bororé, Grajaú.

Levaremos alguns vídeos produzidos pelo Lab.E: um dos docs do cyberquilombo _ “MÚSICA NEGRA E MOVIMENTO BLACK POWER”

e a videoarte sobre os estudantes mexicanos de ayotzinapa

O rolê faz parte da programação do evento #‎MidialivrismoAoExtremo‬, promovido pela Ecoativa, Ilha do Bororé, Grajaú.

A mesa contará também com participação do Periferia em Movimento,Escola de Notícias, @Revista Vaidapé, @Guerrilha GRR, @Viração, Actantes, @Cedeca Interlagos e @Instituto Cultural Dandara.

Ainda vão rolar oficinas e shows com Drezz do Xemalami Xeque Mate La Misión, Mano Money’s e Robsoul.

Saiba mais: http://wp.me/p5NMGr-P2

Inscrições abertas: MULHERES NA POLíTICA

6º Edital de Formação LabExperimental 2015 – turma 6

De 19/07/15 a 08/08/15 estão abertas as inscrições do 6º Edital de Formação LabExperimental – Laboratório de Criatividade, no tema: MULHERES NA POLÍTICA – FORMAÇÃO CRÍTICA E CONJUNTURA

#mulheresnapolitica

O processo tem como principal objetivo experimentar um curso livre de formação de oficineiros através de encontros digitais, presenciais e através da experiência empírica.

EM BREVE DIVULGAREMOS A LISTA DE PALESTRANTES PARA AS OFICINAS.

O edital é destinado também a interessadas em desenvolver habilidades de arte-educação, educomunicação e processos colaborativos em conjunto com adolescentes, jovens e adultos em escolas e centros culturais.

Serão selecionadas 10 inscritas, que desenvolverão o projeto com treinamento e acompanhamento da equipe idealizadora. Podem se inscrever para o processo de formação maiores de idade de qualquer cidade do Brasil. O curso livre de formação LabExperimental é gratuito.

Metodologia:

Livre-discussão:
– 10 encontros (uma vez por semana) de formação à distância (internet).

Livre-prática:
– 6 oficinas de construção de intervenção na escola/centro cultural articulado na região
– 6 horas de ação cultural com os alunos na escola/centro cultural articulado na região

A seleção se dará em 3 etapas que iniciarão a partir do dia seguinte ao término das inscrições até 14 de agosto, data de divulgação do resultado. As etapas consistem na análise técnica da inscrição, oficina de pré-seleção (selecionará 30 candidatos), e a semana de avaliação baseada nos critérios de disponibilidade, pontualidade e assiduidade nas oficinas, trabalho em equipe e comprometimento.

O curso livre de formação será de 17 de agosto a 20 de outubro.
O resultado deverá ser de 10 intervenções culturais e pretende atingir direta e indiretamente 10 mil pessoas.

Mais infos:
labexperimental.org

DÚVIDA
entrar em contato com lab@labexperimental.org

13 de junho na praça elis regina

#roleguiado na Praça Elis Regina no dia 13 de junho

Intervenção Artistico Visual na Praça 

baixe o audioguia do Rolê Praça Elis Regina & Nascente do Iquiririm

Finalizando e fechando o projeto, todo o material desenvolvido e que já estará em rede será exibido na Praça Elis Regina, dia 13 de junho,  utilizando tecnologias como VideoMapping e projeções, tornando todo o espaço ocupado pelas imagens do próprio bairro. A ideia é transformar a praça numa grande galeria a céu aberto, tudo que foi registrado durante o Rolê Guiado, enaltecendo a comunidade local em uma grande intervenção visual coletiva.

rolê-guiado_13junho_16_20h

#programação

11h – Primeira saída para o Rolê Praça Elis Regina & Nascente do Iquiririm (e se tiver gente querendo fazer o Rolê Pq da Fonte tb)
labexperimental.org/roleguiado

13h – Segunda saída para o Rolê Praça Elis Regina & Nascente do Iquiririm (e se tiver gente querendo fazer o Rolê Pq da Fonte tb)
labexperimental.org/roleguiado

16h – som na praça

17h – Pakitus Cueca Cuela
https://www.youtube.com/watch?v=Nxc1-cFW0ps

18h – Ozorio Trio + Projeção Mapa FotoAfetivo Rolê Guiado Butantã
https://soundcloud.com/ozoriotrio
www.facebook.com/ozoriotrio
https://www.youtube.com/watch?v=ReLkhET0Sz4

19h – Grafite Digital com Achilles Luciano + Projeção Mapa FotoAfetivo Rolê Guiado Butantã + som na Praça
https://www.youtube.com/watch?v=r-M84z2TTLQ

Olha nosso vídeo da primeira intervenção 🙂
https://www.youtube.com/watch?v=nJUPg0QbDF0

O projeto Rolê Guiado Butantã é laboratório de audiovisual e de formação livre em remixologia e ocupação do espaço públicoatravés da linguagem criativa, fotografia. O Rolê faz parte do edital Redes e Ruas, da Prefeitura de SP, e é uma parceria com a Escola Amorim Lima e o Studio Luzia   O laboratório foi realizado através de oficinas de criatividade e fotografia na Escola Desembargador Amorim Lima, rolês fotográficos guiados por áudio, “mapeamento foto-afetivo” com foco em sustentabilidade urbana, para resultar na ação principal:  intervenções visuais na praça wifi Elis Regina para apresentação pública dos trabalhos realizados.

O Rolê

A equipe do rolê é Jonaya de Castro, Hércules Laino, Pri Cavalieri, Paulo Pereira e amigos convidados e alunos da Escola Amorim Lima. Através de um mapeamento prévio dos pontos e personagens históricos do bairro,  produzimos dois audioguias que servem de trajeto para os “rolês fotográficos”. Os audios indicam aos participantes os caminhos a serem percorridos e os locais a serem fotografados, além de narrar a importância e a história do ponto escolhido.

As fotos alimentam um instagram @roleguiado como uma galeria virtual, pronta a buscar (via hashtags #roleguiado #rolebutanta #redeseruas), a memória histórica e o mapeamento afetivo local.

As oficinas aconteceram na Escola Municipal Desembargador Amorim Lima que, a partir das atividades culturais oferecidas em seu espaço, chegou a ganhar o Prêmio Cultura Viva, tornando-se mais um ponto de cultura na cidade de São Paulo, e também reconhecida pelo seu modelo pedagógico e por suas “salas sem parede”, baseado na Escola da Ponte de Portugal.

rolê-guiado_iquiririm-01 (2)l

Roda de conversa nas Fábricas de Cultura

A temática da conversa era “A Internet como um espaço livre para o aprendizado”. No roteiro do batepapo, passamos pela história da internet, marco civil, LAI, crowdfunding, mídia livre, remixologia e, claro, o facebook ( o facebook é o site mais citado pelos jovens, com 71,9% de aparição nas respostas da Pesquisa Brasileira de Mídia 2014, do Observatório da Imprensa).

Internet como espaço livre_rodadeconversa19_05_2015 (30)

O facebook ocupa a maior parte do tempo digital dos adolescentes, sabemos pela pesquisa e na prática.  Mas a diversidade de assuntos e a dinâmica de produção de conteúdo dessa rede social pode ser um aliado ao aprendizado? Pode. Depende do que você está produzindo e consumindo de conteúdo. Outro fator importante é se conectar aos jovens, compartilhando outras referências de aprendizado, como por exemplo o portal nobelprize.org/educational, ted.org e outros.

Mas como juntar biblioteca (de livro de papel) com cultura digital? Saímos da roda com essa pergunta na cabeça!

Foram 5 conversas nas Fábricas de Cultura: Brasilândia, Cachoeirinha, Jaçanã, Capão Redondo e Jd. São Luis, fábricas orientadas pela Poiesis. As conversas aconteceram dentro da programação das bibliotecas, onde também tem um laboratório digital.

Em três momentos, educadores me questionaram: como fazer com que os alunos não apenas copiem e colem do google o trabalho escolar? Como motivar o estudo, a análise e a reflexão na era CtrlC CtrlV? E voltem a usar (também) livros para pesquisa?

Ficamos bastante motivados pelo desafio: construir uma metodologia para oficinas que remixem a pesquisa na Internet com os conteúdos nos livros não-digitais!

 

 

 

A INTERNET COMO ESPAÇO LIVRE PARA O APRENDIZADO

< roda de conversa >

A internet é um campo experimental cheio de novidades e perigos!
Para entender a potencialidade dessa rede, conversaremos sobre remixologia, crowdfunding, cultura hacker e muito mais! As rodas de conversa serão nas Fábricas de Cultura. Atividade gratuita, sempre as 18 horas.

// dia 06 de maio, quarta-feira, na fábrica de cultura Vila Nova Cachoeirinha
// dia 12 de maio, terça-feira, na fábrica de cultura Brasilândia
// dia 13 de maio, quarta-feira, na fábrica de cultura Capão Redondo
// dia 19 de maio, terça-feira, na fábrica de cultura Jaçanã
// dia 20 de maio, quarta-feira, na fábrica de cultura Jardim São Luís

CyberQuilombo – Inscrições 2015 (1º Semestre)

De 10 à 28 de fevereiro estaremos recebendo as inscrições para o 5º Edital de Formação de Oficineiros LabE – CyberQuilombo.

O edital é destinado a interessados em desenvolver habilidades de arte-educação, educomunicação e processos colaborativos no tema “Afrikanidades”, em conjunto com adolescentes, jovens e adultos em escolas e centros culturais.

Serão selecionados 10 inscritos, que desenvolverão o projeto com treinamento e acompanhamento da equipe do LabE. Podem se inscrever para o processo de formação maiores de idade de qualquer cidade do Brasil. O curso é gratuito.

Serão 10 encontros (uma vez por semana) de formação à distância, via skype, nos quais será discutido, junto a palestrantes convidados, quatro eixos temáticos que fazem parte do laboratório de criatividade e cultura digital:

“Modelos de organização – A não-violência como ação política”, com Mikael Freitas, membro da Escola de Ativismo.
“Ocupação do espaço público”, com a arquiteta e urbanista, Laura Sobral. Integrante do Coletivo A Batatá Precisa de Você.
“Mídia Livre”, com jornalista Patricia Kalil, integrante da página ‘Água Sua Linda’
“Remixologia”, com a jornalista Jonaya de Castro, fundadora do LabExperimental e integrante do Ônibus Hacker.
Parte de Afrikanidades:

Conteúdos da temática afro que contextualizam os participantes e auxiliam a pensarem a melhor forma de gerar uma ação comprometida com a importância e complexidade do tema, tendo em mente que, desde 2003, o ensino de história e cultura afro é obrigatório nas escolas, mas sofre diversos problemas na sua implementação justamente por culpa das dificuldades de alguns professores em abordar o tema sem reproduzir os mesmos preconceitos que a eles foi passado durante sua formação.

“Literatura Negra e Pedagoginga”, com o educador e escritor Allan da Rosa, colunista da Revista Forum e autor do livro “Pedagoginga, Autonomia e Mocambagem”
“Música Negra e Movimento Black Power”, com Dj Eugenio Lima,Membro Fundador do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos e da Frente 3 de Fevereiro,pesquisador da cultura afro- diásporica.
“Mulher Negra e Feminismo”, com a historiadora Bergman de Paula, que atualmente tem como foco de pesquisa o trabalho, a memória e a identidade da mulher negra.
“Negritude, a partir da ideias de Frantz Fanon”, com Deivison Nkosi, professor do Departamento de Estudos Sociais História e Geografia da Faculdade de São Bernardo como Docente da Disciplina História da Cultura Afro-Brasileira e Indígena

A seleção se dará em 2 etapas que iniciarão a partir do dia seguinte ao término das inscrições até 06 de março, data de divulgação do resultado. As etapas consistem em: analise técnica das inscrições e conversa via skype com os pré-selecionados.

Link para inscrição: goo.gl/xeSjum

 

DÚVIDA
entrar em contato com lab@labexperimental.org

Água, sua linda

agua sua linda

DICA
#midialivre
#remixologia

A página traz uma série de dados de relatórios públicos em formatos mais criativos como infográficos e ilustrações. A ideia é lutar pela transparência de informação sobre a situação das nossas fontes de água e sobre as soluções para lidar com a escassez no curto e longo prazos. E na próxima segunda-feira teremos a oficina online com a criadora da página: Patrícia Kalil. Inscrições pelo lab@labexperimental.org

https://www.facebook.com/aguasualinda

Oficina Hackerativismo no Sesc Pompéia

Mini curso de hackerativismo no Sesc Pompeia
dias 20, 22, 27 e 29 de janeiro
das 19 as 22h
inscrições nos dias das oficinas

* debate sobre cultura digital e dados abertos, cultura hacker, conceitos e técnicas de recolhimento e visualização de dados em conjunto com os participantes da oficina, a fim de que eles se apropriem dos processos criados e os utilizem, de forma autônoma, para coletar, produzir e disseminar informações estratégicas que abordem temáticas de direitos humanos.

Orientação: Jonaya de Castro e Patricia Cornils.
http://www.sescsp.org.br/aulas/51126_HACKERATIVISMOhackeativismo1